julho 04, 2008

m² idéias

Hoje em dia se fala muito em "sustentabilidade". A maioria das vezes esses termos são utilizados erroneamente como modismos ou estratégia de marketing. Ser sustentável é ser, pelo menos, ecologicamente correcto, economicamente viável, socialmente justo, culturalmente aceito e espiritualmente necessário. Ou seja, o conceito é muito amplo e complexo. Está relacionado com a continuidade de aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana e para a sustentabilidade ter sentido, é preciso que tenha começo, meio e fim.
É inegável que a onda "eco" da atual Era é um caminho sem volta, visto que o homem se deu conta que está devastando o mundo aos poucos e se quiser garantir um futuro deverá preservar o presente. Essa deverá ser a atitude de todos: das grandes empresas ao indivíduo em si. O simples fato de alguém existir já gera algum impacto ambiental e social. Esse impacto pode ser maior ou menor, dependendo de suas decisões e ações como indivíduo.
Cabe a nós, como indivíduos, analisar o que cada um pode fazer para contribuir para a sustentabilidade do planeta, independentemente de organizações, leis ou governos. Racionalizar o uso da água, banhos rápidos, dar a destinação adequada ao lixo, produzir adubo orgânico em casa, racionalizar o transporte e a energia, são algumas ações que podem ajudar.
Na decoração existem muito materiais que em sua produção demandam menos energia e recursos naturais, como papel reciclado, madeira de árvores adultas de florestas geridas de maneira sustentável, bambú e até objetos feitos de PET, entre outros.
Seguindo o conceito, a M² está expondo em sua vitrine uma dica para casa do tipo "faça você mesmo!". Trata-se de reaproveitarmos um material que poderia ir para o lixo, dando-lhe outro fim, aumentando seu tempo de vida e utilidade. Esgotar todas as possibilidades que um produto possa oferecer e consumir cada vezs menos novos produtos será uma tendência no futuro.
Batizado de "Fair" o sistema-conceito é formado por módulos compostos aleatóriamente de caixas utilizadas para transporte de verduras e legumes em feiras. Além de "feira", o termo em inglês também remete à idéia de honestidade e justiça.
O mobiliário ofereceria total flexibilidade de layout, conforme a necessidade. Com uma mudança de configuração, um armário poderia se tornar uma divisória, um roupeiro, gaveteiros, uma biblioteca ou até mesmo uma adega.
Um sistema mutante, personalizado e que possibilita infinitas composições. Adequado para todos os casos, seria uma ótima idéia, por exemplo, para os universitários e suas tradiconais adaptações de limitado orçamento em suas repúblicas!
A seção "Post Verde" deste blog pretende informar e reunir algumas ações, publicadas aqui, que levarão à construção de um mundo melhor e mais civilizado, com desenvolvimento e sem comprometer o futuro.

2 comentários:

metroquadradoarquitetura disse...

Olá Miguel ( Guilherme!!)

NOTA 10 PELO BLOG. PELA INICIATIVA E PELA QUALIDADE DAS INFORMAÇÕES.
SEI O QUANTO É DIFÍCIL CONCILIAR TRABALHOS DE CLIENTES E MARKETING INSTITUCIONAL , PORÉM ESSE É O DETALHE QUE
FAZ DA M² ARQUITETURA UM ESCRITÓRIO SENIOR E COMO DIZ O MARCOS O MELHOR DO SUL DO BRASIL.
APROVEITEI E DEI UM PULO NO SITE DA M² QUE ESTÁ IGUALMENTE BEM BOLADO E DE PARABÉNS!!

ESTAREI ACOMPANHANDO O BLOG DE VOCÊS E POSTANDO IDÉIAS E OPINIÕES.

VALEU, GUITA

Anônimo disse...

Caro Miguel e equipe!

Parabéns pela iniciativa.
A M2 é a M2 e.
Abraços e sucesso contínuo.

MiltonBordin
Bellacatarina